Unidade 2 - Ana pede a Deus um Filho (Historia)


Existia uma mulher chamada Ana, que tinha um grande sonho de ser mãe, porém era
estéril e não podia ter filhos. No passado, a mulher estéril era rejeitada por todos. Ana era casada
com Elcana, e ele a amava muito, mesmo sem ela ter-lhe dado filhos. Elcana tinha outra esposa
chamada Penina e, naquela época, o homem podia ter mais de uma esposa. Penina tinha filhos e
vivia humilhando e afrontando Ana. Ela, porém, ficava calada, só chorava e não comia nada.
Uma vez ao ano, Elcana, Ana, Penina e os filhos dela viajavam para ir à Igreja. Antigamente,
não existiam tantas Igrejas, como existem agora e, por isso, as pessoas precisavam viajar para ir à
casa de Deus. Elcana tinha o costume de dar ofertas em favor de sua família, mas dava em dobro
a oferta por Ana.
Ana resolveu mudar aquela situação e fez uma oração determinada dizendo que se Deus se
lembrasse dela, e permitisse que ela tivesse um filho, então ela o levaria para o templo e a criança cresceria na casa de Deus. Depois que orou, Ana confiou que Deus iria lhe responder e saiu do
templo feliz com a certeza da resposta.
Sabe turma, de fato Deus ouviu a oração dela, viu a confiança que ela tinha Nele e, por isso,
lhe respondeu. Ana engravidou e, após alguns meses, teve um lindo menino, o qual chamou de
Samuel. Mas ela não se esqueceu do voto que havia feito com Deus. Assim que Samuel fez um
pouquinho mais de 2 anos, Ana levou-o até o templo e o entregou ao sacerdote (pastor) Eli que
passou a tomar conta do menino, e todos os anos Ana ia até o templo ver o filho e levar para ele
uma túnica, que era a roupa que os sacerdotes usavam.
Samuel aprendeu tudo sobre Deus e cresceu tornando-se um grande sacerdote. Foi ele que,
tempos depois, ungiu Davi a rei. Ana foi fiel ao voto que havia feito com Deus, e Ele lhe abençoou
permitindo que tivesse mais três filhos e duas filhas tornando-se uma mãe muito feliz.

Encontre Mais Visuais:

0 comentários: