Unidade Especial: Paulinho Vence o Medo (Historia)

Paulinho era um menino muito inteligente e sempre tirava as maiores notas na escola. Ele
morava numa cidadezinha do interior chamada Costa, onde havia poucos habitantes.
Numa tarde de sábado, Paulinho estava brincando com seus amigos em uma praça na esquina
de sua rua quando ficou sabendo que a cidade estava sendo ameaçada por alguns homens
maus que invadiam as casas dos moradores. As pessoas estavam desesperadas, e grande parte
dos moradores estava deixando a cidade por conta da ameaça. Elas não sabiam mais o que fazer.
Paulinho frequentava a EBI, mas estava com medo das ameaças daqueles homens assustadores.
À noite, ele não conseguia dormir, ficava perturbado pensando, e não queria ir para a escola
com medo de se encontrar com eles.
No domingo, Paulinho e sua família saíram bem cedo para a reunião do cenáculo. Ele entrou
no carro de seu pai todo desconfiado, cheio de medo e olhando todo tempo para trás com receio
de encontrar-se com os homens. Chegando lá, os pais foram assistir ao culto e Paulinho, como
de costume, foi para a sala da EBI. Ao entrar, quieto, sentou-se e começou a prestar atenção nas palavras da educadora. Ela estava falando a respeito de Gideão: Havia um homem, chamado Gideão,
que estava com medo dos ladrões roubarem sua comida. Ele estava plantando, mas estava
bastante desconfiado, porque os ladrões vinham em bando e destruíam toda a colheita. Então o
povo começou a orar, pedindo e clamando a Deus que mandou um recado para eles:
“EU SOU O DEUS DE VOCÊS, NÃO FIQUEM COM MEDO...”.
Paulinho, ouvindo aquela história, foi tocado pelo Espírito Santo e refletiu: “Deus está comigo”.
A educadora continuava a história: E o anjo falou para Gideão: você é um homem valente... Deus
está com você! Deus falou que ele era valente e que iria ajudar seus amigos e sua família a se livrarem
daqueles ladrões! Deus está com você e, por isso, você vai conseguir!
Paulinho não se intimidou e sem perceber falou em alta voz: “Cansei, quero mudar!”. Ele creu
na Palavra de Deus e que Deus estava com ele. Ficou valente, passou fé e coragem para seus amigos
da cidade, e ainda pôde ajudar sua família. Os moradores, com a ajuda de Paulinho, acreditaram em
Deus e eles nunca mais foram atacados por aqueles bandidos.

0 comentários: