Unidade 2 - Gideão - A Derrota dos Midianitas (História)

Vocês se lembram da historinha da semana passada, que falou sobre a escolha de Gideão?
Pois é, ele já estava certo de que havia sido escolhido para livrar o seu povo do sofrimento. Mas, para isso, ele precisava de um exército, não é mesmo? 
Deus falou para Gideão como deveria escolher os seus soldados, e ele fez exatamente com Deus lhe ordenou. Gideão convocou alguns homens para a batalha, e vieram 32 mil. Porém Deus achou que tinha muita gente, pois Ele não queria que depois eles dissessem que ganharam a batalha sozinhos.
Então, ordenou que Gideão mandasse voltar para casa os medrosos e tímidos, e 22 mil voltaram, restando   apenas 10 mil. Ainda assim, Deus achou que tinha muita gente, e ordenou que Gideão os levassem até o rio e observasse os que iriam beber água com a língua como cachorrinhos, separando-os para um lado. 
Os que se abaixassem de joelhos para beber água, deveriam ser colocados para o outro lado.
Gideão fez exatamente como Deus lhe ordenou, e os homens que lamberam a água levando-a com a mão até a boca, foram os escolhidos para lutar com Gideão. 
E sabem quantos  homens fizeram assim? 
Apenas 300. Isso mesmo, Gideão iria lutar contra três nações com apenas 300 homens, um número insignificante diante da multidão de inimigos que mais pareciam a areia da praia de tantos que eram. E mais, Deus mandou que Gideão desse como arma para aqueles homens lutarem apenas uma trombeta, um vaso de barro e tochas de fogo. 
Como se pode lutar contra um numeroso exército com trombetas e vasos de barro?
Gideão não fez perguntas, nem duvidou, apenas obedeceu.
Ele disse para os seus soldados: Fiquem atentos e, à noite, quando chegarmos ao local onde os
midianitas estão, quando eu tocar a trombeta vocês também tocam, quebrem os vasos e gritem:
Pelo Senhor e por Gideão! 
E assim eles fi zeram. Quando os inimigos ouviram o barulho de vasos
quebrando, das trombetas tocando e o fogo das tochas, eles se apavoraram e começaram a lutar
entre si, matando uns aos outros. E assim os soldados de Gideão nem chegaram a lutar.
Venceram a guerra usando armas esquisitas, mas não tiveram medo, pois obedeceram às ordens de Deus.
Encontre os Visuais:

2 comentários:

daniele - sede Vila São Pedro disse...

muito forte, sempre quando ensino as crianças aprendo tambem com as historias...

emanuele disse...

é muito gratificante ensinar para as crianças a fé de Gideão!