Unidade 3 - Deus Livra Daniel da Cova dos Leões (Historia)

DEUS LIVRA DANIEL NA COVA DOS LEÕES
Depois de algum tempo, o rei da Babilônia passou a ser Dario. Nome estranho, não é mesmo?
Mas esse era o nome do novo rei. Ele escolheu Daniel e mais dois homens para serem ministros no
seu reino. Mas, como Daniel fazia tudo muito bem, o rei resolveu colocá-lo como chefe de todos.
Hum! Isso causou muita inveja nos outros dois, que passaram a procurar alguma falha em Daniel
para prejudicá-lo. Que coisa mais feia! Nunca façam isso, crianças, pois desagrada muito a Deus.
Eles perceberam que não havia nada para acusar Daniel em seu trabalho, mas sabia que ele era
fi el ao seu Deus e orava três vezes ao dia. Sabem o que eles fi zeram, crianças? Eles pediram ao rei
que criasse uma lei na qual, durante um mês, fosse proibido orar a qualquer deus, e todo e qualquer
pedido deveria ser feito unicamente ao rei.
O rei, sem saber das intenções dos dois, achou a ideia boa e mandou divulgar a lei determinando
que, quem desobedecesse, seria jogado na cova dos leões. Mesmo sabendo da lei,
Daniel continuou orando e dando graças a Deus três vezes ao dia, com a janela da sua casa aberta.
Quando os invejosos viram Daniel orando, correram para contar ao rei e instigá-lo a cumprir a lei,
lançando Daniel na cova dos leões famintos. Ah, crianças! Só aí o rei percebeu a maldade daqueles
homens. Ele fi cou muito triste, pois gostava muito de Daniel, mas não podia fazer nada, pois
a ordem de um rei não podia ser desfeita. Bum! Os homens lançaram Daniel na cova dos leões, e
o rei, com o coração muito triste, só conseguiu dizer: Que o seu Deus, a Quem você serve Daniel,
o livre.
No outro dia, bem cedinho, o rei foi correndo até a cova e chamou Daniel. E, para sua surpresa,
lá estava ele, sentadinho com os leões, que estavam tão quietinhos que mais pareciam gatinhos. E
Daniel disse para ele: rei, o meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca dos leões, e estou vivo. O
rei Dario fi cou muito alegre e mandou tirar imediatamente Daniel da cova e ordenou que lançasse
lá, aqueles homens que tinham acusado Daniel.

0 comentários: