Unidade 5 - Louvando a Deus com as Atitudes (História)


TODOS OS dias, Carol ia para a EBI. Ela gostava de ir para lá porque encontrava suas
coleguinhas. Ela não prestava atenção nas historinhas que as tias contavam, não se interessava
em fazer as orações, ou seja, não queria saber das coisas de Deus. O que ela queria mesmo era
conversar com as outras meninas.
Carol sempre entristecia a mãe com suas malcriações. Estão vendo, amiguinhos! De nada
adiantava ela ir para a igreja, se não prestava atenção na Palavra de Deus.
No momento do louvor, Carol cantava bem alto, mas fi cava olhando e rindo das outras
crianças. Certa vez, Aninha, prima de Carol, foi assistir a uma aulinha e viu que a prima não tinha
um bom comportamento. Quando chegou à casa da Carol, Aninha contou para dona Laura,
a mãe de Carol, sobre as atitudes da menina na casa de Deus. Dona Laura esperou o melhor
momento para falar com a fi lha.
Certo dia, dona Laura estava ouvindo louvores e reparou que Carol cantava alegremente
as músicas que falavam sobre fazer a vontade de Deus. Carol repetia aquelas palavras sem
perceber que estava fazendo um voto com Deus, uma promessa a Ele. Então dona Laura disse:
– Carol, estou feliz de ver você louvando a Deus, mas não se esqueça que devemos fazê-lo
de todo o nosso coração. Deus quer que O louvemos não só com as músicas, mas também
com as nossas boas atitudes. Você tem louvado a Jesus com suas atitudes?
Carol respondeu com a voz bem triste que não estava se comportando bem, e sabia que
estava desagradando a Deus. A mãe da menina explicou também que todas as vezes que ela
cantasse um louvor, deveria pensar muito bem no que estava cantando, pois quando cantava
estava se comprometendo com Deus através do louvor. Naquele dia, a menina aprendeu uma
grande lição e falou que iria vigiar suas atitudes, que obedeceria e não faria mais bagunça na
casa de Deus.

1 comentários:

educadora graciane cenáculo de jardim metropole são joão de meriti rj (sede) ) disse...

é muito bom essas historias mas e acordo com a linguagem das crianças.