Unidade 1 - Agradecendo a Deus (História)


Era uma vez uma menina de 9 anos chamada Júlia,
que tinha um irmão de 10 anos chamado Jorge.
Júlia era muito metida e gostava de desfazer das pessoas,
pois se achava melhor que todos.
Jorge, porém, era diferente da irmã.
Dona Márcia e seu Ricardo, os pais deles, haviam aceitado Jesus há pouco tempo e estavam
felizes na casa de Deus. Porém, amiguinhos, nem sempre foi assim. Antes de eles se converterem
havia muitos problemas naquela família e, por isso, quase perderam o emprego, os carros, a casa
e, por falta de dinheiro para pagar as mensalidades, quase que Júlia e Jorge mudaram de escola.
Júlia sabia dos problemas que a família havia enfrentado, mas continuava metida e orgulhosa.
A menina vivia dizendo que o pai era inteligente e por isso a família dela era abençoada, e passava o tempo contando, para as meninas na EBI, a respeito das coisas luxuosas que tinha em sua casa.
Um dia, na hora do almoço, seu Ricardo fez uma oração agradecendo a Deus pela comida e
pelas bênçãos em suas vidas. Júlia achou diferente a atitude do pai, pois eles não estavam acostumados a orar antes do almoço, pois eram novos convertidos.
Então ela disse:
– Pai, o senhor foi ao mercado com a mamãe, fez as compras e pagou com o seu dinheiro,
a mamãe preparou a comida, então porque nós devemos orar agradecendo a Deus?
– Minha fi lha, nunca mais fale isso! Respondeu seu Ricardo.
Tudo que temos foi Deus que nos deu, e não permitiu que perdêssemos nada,
por isso devemos agradecer a Ele sempre.
Deus é tudo para nós, e devemos agradecer pela saúde,
pela comida, enfim por todo conforto que temos,
ensinou o pai de Júlia.
A menina ficou com muita vergonha.
Os visuais da história estão no post:

1 comentários:

sonia.pereira da Silva disse...

´E muito bom poder contar com tantas boas idéias, as educadoras estão mais empenhadas em preparar as aulinhas sempre com algo novo e as crianças amam. Os recursos são super importantes para ilustrar cada momento. Parabéns a todas que dividem suas experiências. Que Deus abençoe sempre este trabalho. Educadoras da EBI de Interlagos SP beijos a todas.