Unidade 3 - As Consequências da Mentira (História)


As Consequências da Mentira
Naamã era um homem muito importante do exército da Síria, porém muito doente. Ele
tinha lepra, uma doença de pele que, naquela época, não tinha cura. Naamã ouviu falar que o
profeta Eliseu poderia curá-lo e resolveu procurá-lo.
O profeta Eliseu mandou Naamã mergulhar sete vezes no rio Jordão e ele fez tudo direitinho, mergulhou e, no sétimo mergulho, foi curado. Que grande alegria! Ele ficou curado e sua pele ficou parecendo como a de um bebezinho, limpinha, limpinha.
Naamã ficou tão feliz, que resolveu agradar a Eliseu dando-lhe presentes. O profeta não aceitou os presentes, pois sabia que Deus é quem havia feito o milagre e somente Ele deveria ser adorado.
Geazi, o servo de Eliseu, ouviu a conversa e resolveu receber os presentes no lugar dele.
Que atitude feia, não é mesmo amiguinhos? Geazi ficou ouvindo a conversa só para tirar proveito.
Quando Naamã estava indo embora, Geazi correu atrás dele e pediu os presentes dizendo: Meu senhor, Eliseu, mandou lhe dizer que agora mesmo chegaram de viagem dois jovens discípulos e gostaria que o senhor lhes desse uma moeda de prata e duas roupas finas.
Naamã ficou muito contente achando que o profeta havia mudado de ideia, e deu-lhe duas moedas de prata e duas roupas de festa. Depois disso, Geazi foi para casa esconder os presentes.
Ao encontrá-lo, Eliseu perguntou onde ele havia ido e Geazi, mentindo mais uma vez, respondeu que não tinha ido a lugar algum.
Eliseu sabia o que ele tinha feito e, por causa de tantas mentiras, Geazi ficou doente da mesma doença da qual Naamã havia sido curado. Sua pele ficou cheia de lepra e até os filhos dele nasceriam leprosos.
No livro de Salmos 119.163 está escrito:
“Odeio e detesto a mentira...”
Neste versículo o salmista revela que odeia a mentira e nós também devemos odiá-la.

1 comentários:

dalva disse...

Vamos aprender com o exemplo de Eliseu e não fazer como ele fechar os olhos para a verdade, vamos odiar a mentira